Geografia da Amizade

Geografia da Amizade

Amizade...Amor:
Uma gota suave que tomba
No cálice da vida
Para diminuir seu amargor...
Amizade é um rasto de Deus
Nas praias dos homens;
Um lampejo do eterno
Riscando as trevas do tempo.
Sem o calor humano do amigo
A vida seria um deserto.
Amigo é alguém sempre perto,
Alguém presente,
Mesmo, quando longe, geograficamente.
Amigo é uma Segunda eucaristia,
Um Deus-conosco, bem gente,
Não em fragmentos de pão,
Mas no mistério de dois corações
Permutando sintonia
Num dueto de gratidão.
Na geografia
da amizade,
Do amor,
Até hoje não descobri
Se o amigo é luz, estrela,
Ou perfume de flor.
Sei apenas, com precisão,
Que ele torna mais rica e mais bela
A vida se faz canção!

"Roque Schneider"


Quem sou eu

Salvador, Bahia, Brazil
Especialista em Turismo e Hospitalidade, Geógrafa, soteropolitana, professora.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Chevron investiga possível vazamento no Golfo do México



O grupo petroleiro americano Chevron anunciou nesta terça-feira, 13/09/2011 que investiga um "possível vazamento" de petróleo em um oleoduto situado no Golfo do México, que foi fechado por precaução.

"A Chevron Pipe Line fechou seu sistema Main Pass esta manhã para investigar um potencial vazamento" em um duto, escreveu o grupo em nota a seus clientes, consultada pela AFP.

"Como consequência, o sistema (de oleodutos) Cypress Pipeline System foi fechado porque o Main Pass é a única rede de oleodutos que o alimenta", acrescentou a empresa, sem informar os volumes envolvidos.

Um relatório do incidente, disponível no site do National Response Center americano, com data de segunda-feira, menciona a quantidade de 1.075 galões, ou seja, 4.000 litros de petróleo bruto que teriam sido derramados nas águas do Golfo, na altura da Luisiana.

A Chevron não confirmou esta quantidade.

Em 20 de abril de 2010, a explosão da plataforma Deepwater Horizon deixou 11 mortos e provocou o vazamento de centenas de milhões de litros de petróleo bruto no Golfo do México até o poço ser fechado, quatro meses depois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário