Geografia da Amizade

Geografia da Amizade

Amizade...Amor:
Uma gota suave que tomba
No cálice da vida
Para diminuir seu amargor...
Amizade é um rasto de Deus
Nas praias dos homens;
Um lampejo do eterno
Riscando as trevas do tempo.
Sem o calor humano do amigo
A vida seria um deserto.
Amigo é alguém sempre perto,
Alguém presente,
Mesmo, quando longe, geograficamente.
Amigo é uma Segunda eucaristia,
Um Deus-conosco, bem gente,
Não em fragmentos de pão,
Mas no mistério de dois corações
Permutando sintonia
Num dueto de gratidão.
Na geografia
da amizade,
Do amor,
Até hoje não descobri
Se o amigo é luz, estrela,
Ou perfume de flor.
Sei apenas, com precisão,
Que ele torna mais rica e mais bela
A vida se faz canção!

"Roque Schneider"


Quem sou eu

Salvador, Bahia, Brazil
Especialista em Turismo e Hospitalidade, Geógrafa, soteropolitana, professora.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Primavera árabe



Há quase um ano, protestos se espalharam por países do Norte da África e do Oriente Médio, governados por monarquias e ditaduras. Os manifestantes pedem reformas políticas e a renúncia de tiranos que detêm o poder há décadas.
Desde então, três ditadores deixaram o cargo, na Tunísia, no Egito e na Líbia. Em outros países, os protestos continuam, levando os governos a promoverem reformas ou reprimirem a população com violência, como acontece na Síria.
No Egito, uma junta militar sucedeu o presidente Hosni Mubarak após sua renúncia, em 11 de fevereiro. Para conter novos protestos, os militares convocaram eleições parlamentares para 28 de novembro. Pesquisas indicam a vitória da Irmandade Muçulmana, do recém-fundado Partido Liberdade e Justiça (PLJ), confirmando uma tendência nos países árabes pós-ditaduras.
Na Síria, por outro lado, o governo de Bashar al-Assad comanda a repressão mais violenta na região. Segundo um relatório da ONU, 3,5 mil pessoas foram assassinadas pelo regime, incluindo 256 crianças, e mais de 20 mil foram presas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário