Geografia da Amizade

Geografia da Amizade

Amizade...Amor:
Uma gota suave que tomba
No cálice da vida
Para diminuir seu amargor...
Amizade é um rasto de Deus
Nas praias dos homens;
Um lampejo do eterno
Riscando as trevas do tempo.
Sem o calor humano do amigo
A vida seria um deserto.
Amigo é alguém sempre perto,
Alguém presente,
Mesmo, quando longe, geograficamente.
Amigo é uma Segunda eucaristia,
Um Deus-conosco, bem gente,
Não em fragmentos de pão,
Mas no mistério de dois corações
Permutando sintonia
Num dueto de gratidão.
Na geografia
da amizade,
Do amor,
Até hoje não descobri
Se o amigo é luz, estrela,
Ou perfume de flor.
Sei apenas, com precisão,
Que ele torna mais rica e mais bela
A vida se faz canção!

"Roque Schneider"


Quem sou eu

Salvador, Bahia, Brazil
Geógrafa, soteropolitana, professora.
Loading...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

SÉCULO XX – GUERRAS MUNDIAIS, REVOLUÇÃO RUSSA E CRISE DE 1929 VESTIBULARES 2010


(PUC-PR-CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA) A Europa da passagem do século XIX para o XX viveu um período de conflitos que levaram à eclosão da Primeira Guerra Mundial em 1914. Nesse período, formam-se as chamadas políticas de alianças, que resultaram em duas grandes coligações: a Tríplice Aliança e a Tríplice Entente.

Marque a alternativa que completa CORRETAMENTE os países que formavam a Tríplice Entente:

a) Grã-Bretanha, França e Rússia.
b Grã-Bretanha, Estados Unidos e França.
c) Alemanha, França e Rússia.
d) Rússia, Alemanha e Grã-Bretanha.
e) Império Austro-Húngaro, Alemanha e Itália.

(UFAL) A Revolução Russa de 1917 é considerada um dos episódios mais importantes da história do século XX. Também reconhecida como Revolução Socialista Russa, ela exerceu considerável influência na vida de centenas de milhões de seres humanos. Sobre esse tema, analise as afirmações a seguir.

1) O cenário desolador composto na Rússia após sua desastrosa participação na Primeira Guerra
Mundial emoldurou o quadro da Revolução de 1917.
2) A disputa entre russos e japoneses pela posse dos territórios da Coréia e da Manchúria constituiu uma das motivações imediatas para se deflagrar a Revolução.
3) Os partidos de esquerda que se encontravam na clandestinidade ressurgiram na conjuntura revolucionária, fazendo eco às exigências de derrubada da monarquia russa.
4) Os Bolcheviques liderados por Lênin preferiam adotar estratégias de negociação, mas foram vencidos pelo bloco liderado por Trotski.
5) Os soldados russos encarregados de conter os movimentos grevistas aderiram a eles, desobedecendo às ordens dos generais czaristas.

Estão corretas apenas:

a) 1, 2 e 3
b) 1, 3 e 4
c) 1, 4 e 5
d) 1, 3 e 5
e) 2, 4 e 5

(UFRN) As ideias de diversas correntes marxistas deram as bases teóricas das grandes revoluções políticas no século XX: a Revolução Russa de 1917, a Revolução Chinesa de 1949 e a Revolução Cubana de 1959.

Nos três exemplos citados, a inspiração marxista pode ser identificada

a) no Anarquismo, que propunha a destruição da propriedade privada e a abolição das hierarquias dentro do Estado, e que serviu de base norteadora para essas revoluções.
bno combate ao Capitalismo, visando à formação de um mundo novo, que aboliria a desigualdade social e integraria o proletariado no cenário da política.
c) na forte vinculação existente entre as propostas dos revolucionários e aquelas defendidas pelo Liberalismo, sobretudo a defesa dos interesses dos trabalhadores.
d) na condução do processo revolucionário por um conjunto de partidos políticos defensores do Socialismo, sob lideranças camponesas, mas com frágil repercussão no proletariado.

(PUCRS) A partir de 1933, o governo de F. D. Roosevelt, nos Estados Unidos, pôs em marcha uma série coordenada de ações nas áreas social e econômica, conhecida como New Deal, para fazer frente à depressão que se estabelecera no país e no mundo capitalista a partir de 1929. Uma das principais ações do New Deal para superar a crise foi

a) a extinção do financiamento do seguro social pelo Banco Central norte-americano.
b) a intervenção legislativa do Estado nas relações capital-trabalho.
c) o fortalecimento do padrão ouro através da diminuição do papel-moeda circulante.
d) o ajuste das contas públicas por meio da supressão de obras como estradas e hidrelétricas.
e) o corte de subsídios à agricultura, visando a tornar a produção do setor mais competitiva.

(UFOP) Os anos trinta do século XX foram marcados pela depressão econômica, decorrente da crise
da Bolsa de Nova Iorque. Sobre as consequências políticas dessa depressão, assinale a alternativa CORRETA:

a) Houve o desenvolvimento de políticas econômicas baseadas no livre comércio e independentes do Estado, como o New Deal dos EUA.
b) Ocorreu, em toda a Europa, a consolidação do pluripartidarismo e da autonomia dos parlamentos, em prejuízo do Poder Executivo.
c) Houve o fortalecimento das democracias liberais e o desenvolvimento de políticas de defesa dos direitos civis.
dOcorreu o crescimento de regimes totalitários, acompanhado de ênfase na propaganda nacionalista e de aumento do poder repressivo.

(FEI) New Deal corresponde a uma série de programas implantados pelo Presidente Franklin Delano Roosevelt entre 1933 e 1937 como forma de estancar o quadro de depressão econômica, reestruturar a economia e combater o desemprego nos Estados Unidos. Assinale a alternativa correta sobre as medidas adotadas durante este período:

a) estímulo ao liberalismo econômico como forma de atrair capital e aumentar a capacidade de investimentos do Estado.
b) controle dos sindicatos para diminuir o poder de negociação dos trabalhadores, aumentando assim a possibilidade de geração de empregos com custos menores.
c) construção de obras de infra-estrutura para a geração de empregos e com isso aumentar o mercado consumidor. Concessão de subsídios e créditos agrícolas a pequenos produtores familiares.
d) investimento governamental maciço na indústria bélica, o que gerou novos empregos e preparou o país para combate ao regime nazista.
e) implantação de medidas de cunho socialista, como a criação da previdência social estatal, seguro desemprego e ampliação do imposto sindical.

(FATEC) Considere o texto e a charge para responder à questão.

GDANSK - O presidente e o primeiro-ministro da Polônia, Lech Kaczynski e Donald Tusk, comandaram nesta terça-feira, 1, em Gdansk, a cerimônia que lembrou o momento exato dos 70 anos do início da Segunda Guerra Mundial. Às 4h45 de 1º de setembro de 1939, o encouraçado alemão Schleswig-Holstein abriu fogo contra a guarnição da península de Westerplatte, nas cercanias de Gdansk, dando início à Segunda Guerra Mundial. “Westerplatte é o símbolo da luta do fraco contra o forte”, assinalou Kaczynski, em discurso no qual reivindicou o papel de vítima da Polônia contra “os totalitarismos nazista e bolchevique”.



O trecho do artigo e a charge de Belmonte remontam a um importante e polêmico episódio ligado à 2ª Guerra Mundial. Esse episódio foi

a) a divisão da Alemanha, logo após a 2ª Guerra Mundial, em Alemanha Ocidental, pertencente ao bloco capitalista, e Alemanha Oriental, pertencente ao bloco comunista.
b) a operação Barba Ruiva, executada pela Alemanha e por ela descrita como uma cruzada para salvar a Europa do bolchevismo judaico.
c) a batalha de Stalingrado, em que soldados e civis russos defenderam a cidade de Stalingrado do ataque alemão, interessado no domínio do centro industrial existente às margens do rio Volga.
d) o Dia D, momento que marcou o avanço da força aliada, liderada pela Rússia, sobre o exército alemão, ocorrido na região da Normandia.
e) a assinatura do pacto de não-agressão, assinado pela Rússia comunista e pela Alemanha nazista, pacto esse que previa, em segredo, a divisão da Polônia entre as duas partes.
(UEG) Confrontado pela crise econômica, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, implementou uma série de medidas, pautadas pelo aumento dos gastos públicos e pela participação do governo na administração de bancos e grandes empresas, visando à recuperação econômica do país. Essa atitude intervencionista do Estado na economia foi defendida pelo

a) fisiocratismo, de François de Quesnay.
b) keynesianismo, de John M. Keynes.
c) neoliberalismo, de Milton Friedman.
d) liberalismo, de Adam Smith.

(PUCSP) Apesar de os combates da Segunda Guerra, ocorrida entre 1939 e 1945, terem transcorrido principalmente na Europa e no Oceano Pacífico, ela pode ser considerada “mundial”, pois

a) os países participantes envolveram suas colônias americanas, africanas e asiáticas nos conflitos e estenderam as ações armadas a todos os continentes e oceanos.
b) não era possível a nenhum país manter-se neutro diante do choque entre os membros do Eixo (Alemanha, Itália e Japão) e os Aliados (liderados por Inglaterra e França).
c) os seus efeitos políticos e econômicos atingiram as diversas partes do planeta e provocaram alterações importantes nas relações internacionais, durante e após os conflitos.
d) todos os países do Ocidente tiveram parte de sua população envolvida nos confrontos e computaram mortos e feridos durante o conflito e mesmo após seu desfecho.
e) os únicos países que se mantiveram afastados da luta foram Estados Unidos e União Soviética, as chamadas superpotências, que representavam a força do capitalismo e do socialismo.

(UEL) Sobre a sociedade do século XX é correto afirmar:

a) A crise econômica de 1929 foi causada pelo excesso de intervenção do Estado norte-americano na economia; a Depressão Mundial foi combatida e superada através do estímulo à liberdade do mercado financeiro.
b) Com o surgimento dos meios de comunicação de massa, as vanguardas culturais se voltaram para o ideal de pureza da arte, enfatizando a perfeição técnica das obras, fazendo-as reproduzir ao máximo a natureza.
c) A coletivização das terras na União Soviética, durante o regime de Josef Stalin, consistiu em transformar todos os agricultores em pequenos proprietários de terra, que podiam assim vender o excedente da produção no mercado.
d) Episódios de antissemitismo ocorreram na Europa desde o período medieval, mas foram agravados, no século XX, com a ascensão do movimento nacional-socialista na Alemanha, onde a perseguição aos judeus tornou-se política de Estado.
e) Após a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos vivenciaram uma crise econômica sem precedentes, devido ao excesso de gastos da nação com a guerra e a falta de mercado consumidor interno para os produtos industrializados.

(UFAL) As riquezas geradas pelo crescimento do capitalismo provocavam disputas entre as grandes potências com seus projetos imperialistas já no limiar do século XX. Muitos desses conflitos levaram o mundo a conviver com uma grande guerra violenta e uso de armas diferentes. Em 1919, as negociações em busca da paz:

a) tiveram êxito, não deixando rancores e nem sentimentos de vinganças entre os países da Europa.
b) foram dirigidas pelas propostas dos Estados Unidos, garantindo a volta da democracia na Europa Ocidental.
c) deixaram os alemães insatisfeitos com as propostas feitas, criando tensões e sentimentos de revanchismo.
d) tornaram os Estados Unidos a maior potência do Ocidente e um aliado incondicional dos povos europeus.
e) transformaram a vida internacional, melhorando as relações diplomáticas e fortalecendo a economia internacional.

(MACKENZIE)

“Morrer pela Pátria, pela Ideia! [...] Não, isso é fugir da verdade. Mesmo no front, matar é que é importante [...] Morrer não é nada, isso não existe. Ninguém pode imaginar sua própria morte. Matar é o importante. Essa é a fronteira a ser cruzada. Sim, esse é um ato concreto de vontade. Porque aí você torna sua vontade viva na de outro homem.”
Da carta de um jovem voluntário da República Social Fascista, de 1943

A respeito do contexto em que se inserem as Grandes Guerras Mundiais do século XX, considere I, II e III a seguir.

I. Os conflitos econômicos, sociais e ideológicos entre as principais potências capitalistas, tanto no período anterior a 1914, quanto naquele que antecede à Segunda Guerra, levaram à disputa imperialista e à corrida armamentista.
II. Nas origens dos dois grandes conflitos mundiais, podemos identificar a intensificação da propaganda nacionalista e a formação de um sistema de alianças político-militares entre as nações imperialistas.
III. Nas duas guerras, o conflito armado entre as potências imperialistas, apesar do pesado custo em termos de vítimas, conseguiu solucionar os problemas econômicos, as divergências e os ressentimentos entre as nações beligerantes.

Desse modo,
a) somente I está correta.
b) somente II está correta.
c) somente III está correta.
d) somente II e III estão corretas.
esomente I e II estão corretas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário